Tags mais usadas:

A Paz no coração de cada um de nós é expressa pelo perdão
Visualizações: 74 | Comentários: 0
Sociedade
10/04/2020

A escolha do tema sobre a paz e sobre o perdão está em perfeita sintonia, quer com semana santa que culmina com o Domingo de Páscoa, o dia da Ressurreição de Cristo, quer com o período crítico que atravessamos, de isolamento social em que vivemos, por virtude de uma doença virológica, que apenas conhecemos por COVID 19, nome atribuído pelos entendidos na saúde, que quanto áquela doença também nada mais sabem.

Esta Semana Santa que por sinal decorre com um tempo chuvoso e triste, que alonga o já prolongado isolamento social a que temos estado sujeitos, é toda ela propícia a uma profunda reflexão sobre o comportamento de cada um de nós, quer na relação com o nosso semelhante, quer na relação direta com o interior de cada um de nós.

Convido-vos pois a fazer uma análise introspetiva e a responder à questão: Estou em paz comigo mesmo?.. será que nada atrapalha  a minha paz interior?.. estou de bem e em paz com o meu semelhante?..

Que paz é essa que dizes viver e sentir, em que não reconheces, não pedes perdão e não compensas de algum modo, o mal que fizeste ao teu semelhante?... que paz é essa que dizes viver e sentir, em que não consegues perdoar o teu semelhante, quando ele reconhece, pede perdão e até compensa de algum modo, o mal que te fez?...que paz é essa, em que nem te dás ao trabalhos de analisar se contribuíste de algum modo para a censurabilidade do comportamento do teu semelhante e nessa medida reconhecer, pedir perdão e até compensar o mal causado?...já perdoaste o teu semelhante pelo comportamento censurável que adoptou contra ti?... já pediste perdão pelo teu comportamento?

Quando se diz que a nossa sociedade, é actualmente uma sociedade que convive paredes meias com o egoísmo pessoal, com a desigualdade distributiva, com a injustiça, com a corrupção e com a falta de respeito pelo seu semelhante, estamos a retratar uma sociedade que perdeu os valores da igualdade, da justiça e que perdeu o respeito pela dignidade da pessoa humana.

Estamos a revelar que ainda não temos a maturidade suficiente para reconhecer, pedir perdão e de algum modo compensar o quão censurável foi a nossa conduta com o nosso semelhante...; estamos a revelar que não temos ainda a maturidade suficiente para perdoar o comportamento censurável do nosso semelhante, que reconheceu, pediu perdão e até compensou de algum modo o mal que fez; estamos a revelar afinal, que não estamos bem e não vivemos em paz.

Uma sociedade composta por pessoas, que não sabem reconhecer e pedir perdão quando erram; pessoas que não sabem compensar o mal, quando mal fazem ao seu semelhante; pessoas que não sabem perdoar o seu semelhante, quando este reconhece, pede perdão e até compensa o mal que fez, é uma sociedade que não pode e não vive em paz.

Vamos pugnar pela paz no coração de cada um de nós, através do perdão.

Vamos pugnar por uma sociedade muito mais saudável e a viver em paz.

 

 

Para comentar efectue o seu login ou registo
© Copyright 2020 | With by AF | All Rights Reserved