Tags mais usadas:

Hater - Uma pessoa com problemas mentais
Visualizações: 69 | Comentários: 0
Sociedade
19/05/2020

A internet deu às pessoas a capacidade de partilhar e adquirir informações de forma praticamente ilimitada. Hoje em dia, somos capazes de descobrir tudo e todos em apenas um clique. Infelizmente nem tudo é positivo e há sempre o reverso da medalha. O mundo virtual está lentamente a assombrar o nosso mundo real e como resultado, a nós mesmos e a nossa identidade. 

O "Eu" da vida real não é o mesmo do mundo virtual. O “eu” na internet é cada vez mais uma pessoa bonita e pronta para uma foto de excelência. Uma pessoa que mostra somente aquilo de que se orgulha! Basicamente o “eu” da internet é uma versão melhorada do “Eu” real. Infelizmente, muitas vezes acabamos por nos identificamos tanto com o "eu" virtual, que começamos a gostar mais dele do que de nós próprios. A criação e a apresentação de um “eu” irreal, pode causar vários problemas, especialmente quando este "eu" irreal anda de mãos dadas com o anonimato. A possibilidade de ser anónimo, permite às pessoas a reprodução daquilo que elas têm de pior, a demonstração da sua pior versão. Esta possibilidade juntamente com o desejo de ser alguém melhor, cria as condições perfeitas para o nascimento de um hater. Um hater, é um utilizador da internet que é capaz de criar artificialmente e em si mesmo, a coragem de fazer ou dizer o que nunca faria ou diria no mundo real.

Como socióloga, tenho um natural interesse pelo comportamento humano, hoje neste artigo, vou explicar quem são os haters e qual a melhor forma de lidar com eles.

A palavra hater deriva do Inglês e significa odiador. É uma pessoa que publica comentários agressivos e ofensivos no mundo online, estes comentários não são suportados por nenhum argumento válido, são ofensivos e ilógicos. Normalmente direccionados a uma pessoa ou a um grupo de pessoas. Os comentários dum hater, não acrescentam nada à discussão ou tema e o seu objetivo é apenas humilhar alguém ou dizer mal de algo. 

Já a partir desta pequena definição, é possível entender que estamos perante uma pessoa que está, de alguma forma, doente. Alguém que desperdiça a sua energia, apenas para deixar um outro triste, não pode ser considerado socialmente uma pessoa saudável. 

Para entendermos o porquê desse comportamento ocorrer, precisamos de conhecer melhor o nosso hater e entender os motivos que o guiam. Porque é que um hater odeia tanto os outros? 
Por muitas e varias razões! Entre as mais comuns, podemos incluir: 

Ciúmes: ciúmes de algo que o hater não pode ou não quer alcançar. Com o seu comentário, tenta pelos menos tirar um pouco da felicidade da pessoa que critica. 

Descarga de frustração: a falta da possibilidade de descarregar a frustração em outras pessoas no mundo real faz com que toda a sua raiva contamine outras pessoas no mundo virtual.

A necessidade de elevar a autoestima: a falta de autoconfiança, muitas vezes obtida ainda em criança, pode ser um motivo para a transformação de um hater. Perante a capacidade de humilhação de alguém, o hater ficticiamente sente a sua autoestima aumentada.

Pouca capacidade de lidar com os problemas da vida: uma pessoa que não consegue lidar com os próprios problemas da vida, tenta aliviar a sua dor tentando causar problemas e preocupações na vida de outros.

Falta de habilidade para lidar com emoções negativas: uma pessoa que não tenha sido ensinada a lidar com emoções negativas, tentará descarregá-las da maneira mais fácil, ou seja, de forma negativa e agressiva.


Incapacidade de lidar com o desconhecido: a incapacidade de entender outra coisa que não seja a que foi ensinada até agora, também pode levar a pessoa a reagir como um hater. Muitas vezes o hater não consegue ou até não quer entender que algo mais possa existir. O hater simplesmente não entende, portanto, a única opção que lhe resta é criticar.

Alívio em tempos difíceis: provocar alguém em vez de consertar a sua própria vida é muito mais fácil! É por isso que um hater costuma escolher esta forma de comportamento. Em vez de resolver os seus próprios problemas, ele cria problemas absurdos na vida de outras pessoas, procurando um certo alívio dessa maneira.

-Complexos: pessoas que têm complexos físicos ou mentais, tentam refugiar-se com comentários negativos. Por exemplo, uma falta de aceitação de aparência pode levar a uma afirmação crítica sobre a aparência dos outros.

-Estereótipos: os pontos de vista simplificados e generalistas sobre a vida, a divisão aprendida entre o “nós” e “eles” caracterizam pessoas que vivem em harmonia com estereótipos. Este tipo de pessoas enchem a ignorância com estereótipos porque é mais fácil assim. Costumam partilhar as suas opiniões usando comentários negativos.

-Falta de consciência de que o ataque é feito a uma outra pessoa: o hater nem sempre é capaz de entender que está a fazer um ataque directo a uma pessoa real. Um hater vê apenas um texto, a tela do computador e não uma pessoa. Não consegue assim associar a tristeza ou choro da pessoa que acabou de ofender. A falta de consciência facilita a realização dos ataques. 

-Dinheiro: algumas pessoas podem ser pagas para ofender duma maneira específica outras pessoas ou grupos sociais no mundo online. 


Existem muitos motivos que guiam um hater a espalhar o ódio na Internet. Mesmo que os motivos possam diferir, mostram que um odiador é uma pessoa com problemas. Como então lidar com os hater's?

Um hater, precisa de alimento para o funcionamento do seu comportamento. Alimenta-se de ódio e isso significa que o facto de o ignorar será a melhor resolução para o "matar". Um hater precisa de morrer à "fome", o melhor que podemos fazer é não lhe responder, cortar o tópico! Muitas vezes a melhor solução não é a mais simples de todas. É fácil dizer, mais difícil de fazer. Não é possível ficar imune às críticas injustificadas, somos seres vivos e sentimo-nos magoados quando alguém fala injustamente sobre nós. Esta sensação é completamente natural e de forma nenhuma demonstra a nossa fraqueza. Simplesmente temos que aprender a lidar com isso. Antes de se deixar desequilibrar pense nus verdadeiros motivos de um hater. Ele representa uma pessoa infeliz, triste, alguém que quer magoar o outro, só porque tem falhas na sua própria vida. Antes de entrar em discussões, pense se realmente vale a pena. Talvez em vez de ficar irritado deva sentir pena dessa pessoa.

Se o leitor encontrar em si um comportamento típico de um hater, deve pensar no que fazer para melhorar a sua vida de alguma maneira. Magoar os outros não resolve os seus problemas. Às vezes as nossas vidas não são o que idealizamos, passamos por momentos difíceis e por vezes precisamos de ajuda é que somos todos apenas humanos.

Pare e pense no que pode fazer para mudar e voltar a gostar do seu verdadeiro "Eu".

Referências: Photo by Clint Patterson on Unsplash
Para comentar efectue o seu login ou registo
© Copyright 2020 | With by AF | All Rights Reserved